Irradiador para Bolsa de Sangue



O irradiador para bolsa de sangue possui uma fonte radioativa de Césio-137 para a desativação dos linfócitos transfundidos, sendo um dos métodos mais eficazes na prevenção da doença, enxerto versus hospedeiro, associada à transfusão de sangue (DEVH). Equipamento essencial nos casos de serviços de tratamento de hemoderivados que fornecem para Hospitais de Transplante de Orgãos e para o controle de qualidade eficiente e rastreável em bolsas irradiadas.

Método de irradiação gama para prevenção da doença enxerto versus hospedeiro (DEVH) A DEVH tem causado uma preocupação, cada vez maior, referente às práticas atuais de transfusão em pacientes imunodeficientes e imunossuprimidos devido à alta taxa de mortalidade. Terapias imunossupressoras não têm obtido resultados efetivos contra a doença. Como o tratamento contra DEVH, é quase sempre ineficiente, o gerenciamento deste distúrbio precisa focar a prevenção para minimizar o risco de se desenvolver a doença. A prevenção visa a redução ou desativação dos linfócitos transfundidos do doador. Os métodos atualmente disponíveis nos bancos de sangue para remover fisicamente os linfócitos T, através de lavagem ou filtragem, não são eficazes para DEVH. A desativação dos linfócitos transfundidos por meio de irradiação gama dos componentes do sangue continua sendo o método mais eficiente para prevenir este distúrbio.

Adaptado do Transfusion Medicine Topic Update, de Agosto de 1996, Yale University School of Medicine, University of Connecticut School of Medicine.


Informações

E-mail: contato@ezag.com

Telefone para contato: 011 3526-5736